Publicidade

domingo, 2 de março de 2014 Cinema, Oscar | 03:30

Brasil – abstinência de 15 anos sem indicação ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Compartilhe: Twitter

logo

Nossa! Já faz 15 anos desde a última vez que o Brasil foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro por “Central do Brasil”. Mais de uma década se passou e nosso país não conseguiu ser indicado novamente na categoria.

foto

Com apenas três indicações anteriores – “O Pagador de Promessas” em 1963, “O Quatrilho” em 1996 e “O Que é Isso, Companheiro?” em 1998 –, o longa “Central do Brasil” foi um dos filmes brasileiros que esteve mais próximo da estatueta.

Porém, naquele ano, a produção dirigida por Walter Salles encontrava um forte concorrente: “A Vida é Bela” de Roberto Benigni – que acabou vencendo na categoria. O longa italiano também havia sido nomeado em Melhor Ator (Roberto Benigni) – que venceu, Melhor Trilha Sonora – que venceu também, Melhor Filme, Melhor Diretor (Roberto Benigni), Melhor Edição e Melhor Roteiro Original.

foto 2

Deve ser lembrado que “Central do Brasil” tinha alguma força naquela corrida por dois motivos: foi vencedor do Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro e tinha a sua protagonista, Fernanda Montenegro, indicada ao Oscar de Melhor Atriz – numa interpretação composta em língua estrangeira, o que foi um feito extraordinário.

Naquela época, o filme recebeu muita publicidade, e isso foi essencial para que a produção se mantivesse nos holofotes durante a disputa. No dia em que foram anunciados os indicados, Fernanda compareceu no programa David Letterman Show – um dos Talk Shows mais importantes dos EUA -, e falou sobre variados temas.

foto3

No final, depois de um mês de corrida, nosso Brasil saiu mais uma vez de mãos abanando do Oscar. As expectativas eram que as próximas produções brasileiras tivessem o mesmo destaque dos últimos 4 anos. Mas isso não aconteceu…

A cada novo ano, o Brasil enviava o seu filme representante na corrida e ficava fora mais uma vez.

Confira quais foram os filmes enviados:

quadrooscar

Apesar da nossa abstinência de 15 anos sem uma nomeação ao Oscar de Filme Estrangeiro, ainda não temos um dos piores históricos do Brasil. No passado, já tivemos um intervalo de 33 anos sem dar as caras na famosa premiação da sétima arte.

Mas será que vamos ter de esperar mais 15 anos para uma próxima nomeação?

Autor: Tags:

2 comentários | Comentar

  1. 52 Eduardo Pepe 02/03/2014 17:09

    Poderia colocar um obs. revelando que no ano seguinte que CIdade de Deus foi enviado, em 2004, ele foi indicado a melhor diretor, roteiro adaptado, dentre outras categorias, como forma de reparação. Assim como longas como Fale com ela, da Espanha, e Tudo Sobre Minha Mãe, do México.

    RESPOSTA CETI – Estamos apenas falando sobre o universo de Melhor Filme Estrangeiro.

  2. 51 Maycon 02/03/2014 11:25

    Eu não sou muito de defender o Brasil, mas o Oscar realmente já nos boicotou várias vezes, até hoje não entendo como Cidade de Deus teve 4 indicações incluindo a de Melhor Diretor, mas não foi indicado a melhor filme estrangeiro, Tropa de elite 2 foi um filme que merecia ser indicado, e este ano O som ao redor também, não sei se é um filme bom, mas é do jeito que os críticos americanos gostam.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.