Publicidade

quarta-feira, 14 de maio de 2014 Cannes 2013, Cinema | 20:00

Festival de Cannes 2014 – Dia 1: Nem Grace, nem Kidman… o filme “Grace: A Princesa de Mônaco” é fracasso retumbante entre os críticos!

Compartilhe: Twitter

cannes

87811dacb9c5423f9063f8e65dbdca2f

E foi oficialmente aberto o Festival de Cannes 2014! As estrelas estão apenas chegando à famosa cidade francesa. Neste primeiro dia, além da tradicional cerimônia de abertura houve também o filme que abre os trabalhos no festival. E o longa escolhido foi o aguardado “Grace: A Princesa de Mônaco”.

O filme gira em torno de uma disputa política entre França e Mônaco, em 1962. À época, o líder francês Charles De Gaulle se mostrava muito incomodado com o fato do principado ter se tornado um paraíso fiscal e chegou a dar um prazo de seis meses para que o príncipe de Mônaco Rainer III modificasse sua legislação tarifária. Aos 33 anos e sem mais atuar como atriz, a princesa Grace Kelly usou todo seu prestígio nos bastidores para evitar que o confronto fosse ainda maior.

Para representar a produção em Cannes, compareceram: Nicole Kidman (que interpreta Grace Kelly), Tim Roth (responsável por viver o Príncipe Rainier III) e Olivier Dahan (diretor do filme).

Durante a conferência de imprensa, Nicole Kidman, falou sobre a exigência do papel de Grace Kelly: “Senti-me em pleno desafio, é um daqueles papéis especialmente marcantes”. Tim Roth sublinhou por sua vez que a pessoa de Rainier era-lhe bastante desconhecida antes de fazer o filme: “Estava intrigado, não conhecia muitas coisas sobre ele, o que não foi mau porque tive um pouco mais liberdade”.

Olivier Dahan falou sobre o ângulo do filme: “Ao tratar apenas o ano de 1962, quis fazer um retrato completo: a atriz, a mulher, na intimidade das suas escolhas. É casada, tem filhos, e também está confrontada com reais conflitos interiores”.

O realizador indicou a sua ambição inicial: “Queria fazer um filme que falasse de cinema porque falo de uma atriz. Não é um Biopic, mesmo se tudo é verdadeiro, sou uma pessoa que lê muito, que procura documentação. As escolhas íntimas de Grace Kelly são verdadeiras porque foram relatadas, mas sou consciencioso, inspiro-me do que leio”. O diretor concluiu: “Queria trabalhar com a minha intuição, não queria apenas ser fatual, queria ser mais profundo do que isso”.

Porém, parece que essa profundidade não foi o suficiente para alcançar os críticos. Essa pode ser considerada uma das piores recepções dos últimos tempos para um filme de abertura em Cannes.

A famosa revista TIME disse: “O filme mais polêmico em Cannes, estrelado por Nicole Kidman como Grace Kelly, é um filme biográfico mal remendado.

Jornal britânico The Guardian chamou-lhe de uma “catástrofe de tirar o fôlego“, em um comentário de uma estrela. Além disso, disse que o filme consegue ser pior que o fiasco “Diana” com Naomi Watts.

O Hollywood Reporter chamou o filme de “implacavelmente mediano“. A Variety descreveu-o como um “papelão e melodrama“.

A Revista Empire disse que era “muitas vezes engraçado. O problema é que não é realmente concebido para ser uma comédia“.

Kidman não foi poupado da ira dos críticos, embora a recepção de seu desempenho foi um pouco mais favorável.

Kidman se destaca em um papel em que ela é chamada para projetar glamour e sofrimento em igual medida“, disse o The Independent, em uma das poucas críticas positivas do filme.

Houve quem perguntasse se existia alguma crítica totalmente favorável. A resposta: Não.

Essas péssimas reações interrompem temporariamente (quiçá definitivamente) a corrida para o Oscar 2015 do aguardado “Grace: A Princesa de Mônaco” – o filme ainda não tem sua estreia definida para o Brasil, apesar de a expectativa ser para 1° de janeiro de 2015.

Confira as fotos do primeiro dia do Festival, abaixo:

1

Conferência de Imprensa do filme “Grace: A Princesa de Mônaco” – © AFP

2

Membros do júri – © AFP

3

Membros do júri – © AFP

4

Membros do júri na conferência de imprensa – © AFP

6

Alfonso Cuarón no tapete vermelho – © FDC / C. Duchene

7

Audrey Tautou no tapete vermelho – © AFP

8

Lambert Wilson e Nicole Kidman na cerimônia de abertura – © AFP

9

Membros do júri na cerimônia de abertura – © AFP

5

Jane Fonda no tapete vermelho – © FDC / C. Duchene

Autor: Tags:

1 comentário | Comentar

  1. 51 Eduardo Pepe 14/05/2014 23:02

    Deve ficar só no figurino e na direção de arte e olhe lá.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.